Notícias

Indígena maranhense pode assumir ministério com Lula

Indígena maranhense pode assumir ministério com Lula

Sônia Guajajara é cotada para comandar pasta dos Povos Originários (Foto: Divulgação)

Deputada federal eleita por São Paulo com 156.966 votos neste ano, Sônia Bone de Sousa Silva Santos, a Sônia Guajajara, deve ser anunciada ministra do governo Lula nos próximos dias. Natural de Amarante, no interior do Maranhão, Sônia é cotada para assumir o futuro Ministério dos Povos Originários.

Sônia Guajajara faz parte do PSOL, legenda liderada pelo ativista Guilherme Boulos. A participação do partido na composição do governo é dada como certa e a indicação de Sônia contemplaria a expectativa de participação.

A criação do ministério foi prometida pelo futuro presidente Lula (PT) durante discurso da vitória na avenida Paulista, em São Paulo. A iniciativa visa servir como uma espécie de reparação histórica e reconhecimento das populações indígenas do país.

Atualmente Lula está no Egito, participando da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP27). Há a expectativa de que a ocasião seja aproveitada para o anúncio.

O último maranhense a ocupar um ministério foi o ex-senador Edson Lobão, durante o governo de Dilma Rousseff.

Eleição da Famem caminha para chapa única

Eleição da Famem caminha para chapa única

Diferente do que ocorreu em 2021, a disputa pela presidência da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) caminha para ser de consenso. Isto porque o Palácio dos Leões conseguiu unir seu grupo em torno do nome do prefeito de São Mateus, Ivo Rezende (PSB).

O grupo adversário do governo de Carlos Brandão (PSB) não deve formar uma chapa concorrente. Havia a possibilidade do prefeito de São Domingos do Azeitão, Júnior do Posto (Republicanos) de entrar na disputa pela presidência da entidade, mas não deverá se configurar.

Sobre a escolha por Ivo Rezende, o martelo foi batido na quinta-feira, 3, após reunião do secretário chefe da Casa Civil, Sebastião Madeira, do secretário de Articulação Política, Rubens Pereira com prefeitos aliados.
O lançamento da chapa do prefeito de São Mateus ocorre na próxima terça-feira, 8, durante jantar com prefeitos em São Luís.

Eleição

A eleição para a nova direção da Famem foi antecipada e ocorre no próximo dia 21 de novembro. Geralmente, a disputa acontece em janeiro.

Pelo cenário (de chapa de consenso), o atual presidente da entidade, Erlânio Xavier (PDT) decidiu antecipar a eleição.

Erlânio Xavier foi reeleito em 2021 presidente da Famem após disputa intensa com Fábio Gentil, prefeito de Caxias. Na ocasião, os dois gestores representavam o racha no grupo do então governador Flávio Dino (PSB).

Xavier era o candidato do senador Weverton Rocha (PDT) e Gentil, de Carlos Brandão (PSB).

Morre, aos 68 de idade, o médico e presidente do CRM-MA, Abdon Murad

Morre, aos 68 de idade, o médico e presidente do CRM-MA, Abdon Murad

Morre, aos 68 de idade, o médico e presidente do CRM-MA, Abdon Murad  — Foto: Divulgação

 

Morreu, na manhã deste sábado (5), aos 68 anos de idade, o médico, ex-secretário de estadual de Saúde e conselheiro efetivo do Conselho Regional de Medicina do Maranhão (CRM-MA), Abdon José Murad Neto.

Abdon Murad morreu em um hospital privado de São Luís, onde estava internado, depois de lutar alguns anos contra um câncer.

O corpo do médico, que também era provedor da Santa Casa de Misericórdia de São Luís, foi velado na sede do CRM-MA, no bairro Renascença, em São Luís. Já o enterro ocorreu no fim da tarde deste sábado (5), no cemitério Parque da Saudade, também na capital maranhense.

Eliziane Gama saiu fortalecida das eleições 2022

Eliziane Gama saiu fortalecida das eleições 2022

O candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, foi eleito presidente da República neste domingo 30. Com 99% das urnas apuradas, o petista tem 50,8% dos votos válidos no segundo turno. O jornalista Jorge Aragão, da Rádio Mirante AM, afirmou após o resultado final, a senadora Eliziane Gama (Cidadania) saiu fortalecida do pleito.

Em comentário em seu blog, o comunicador destaca que era bem verdade que a senadora maranhense estava em uma “sinuca de bico” no 2º turno das eleições para Presidência da República, já que é evangélica, segmento que estava na maioria apoiando a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

“No entanto, como foi Oposição tanto a Bolsonaro, quanto ao ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Eliziane decidiu não ser “morna”, ou seja, nem quente e nem fria, sabia que precisava se posicionar e escolheu apoiar Lula”, comentou o jornalista, antes de completar:

“É óbvio que não deve ter sido uma decisão fácil, mas pesou também o fato do seu grupo político aqui no Maranhão, comandado pelo governador Carlos Brandão e o senador eleito Flávio Dino, ambos do PSB, estarem do lado de Lula”, emendou.

O comentarista politico lembra do papel importante da senadora entre os evangélicos para amenizar a eventual derrota do presidenciável no segmento.

“Depois que decidiu apoiar Lula, Eliziane teve um papel importante entre os evangélicos para amenizar a eventual derrota no segmento. A senadora maranhense passou a ser figura cativa nos principais eventos do 2º Turno ao lado de Lula, inclusive no dia da eleição foi para São Paulo e esteve com o petista na sua primeira declaração pública após a vitória nas urnas”, destacou.

Segundo Aragão, a importância de Eliziane foi destacada pelo próprio Lula, que no discurso da vitória, onde citou a maranhense como uma três mulheres mais importantes da campanha, ao lado de Marina Silva e Simone Tebet.

“Desta forma, Eliziane passou a ficar bem posicionada nacionalmente e fatalmente terá um papel de destaque no cenário nacional e no Governo Lula”, concluiu.

Bolsonaro mantém silêncio sobre derrota

Bolsonaro mantém silêncio sobre derrota

Jair Bolsonaro, presidente

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi visto saindo do Palácio do Alvorada na manhã desta segunda-feira, 31. Após uma noite em silêncio, o chefe do Executivo não se manifestou sobre a vitória de Luís Inácio Lula da Silva (PL) nas urnas, no domingo, 30.

O petista foi eleito com 50,90% dos votos válidos pelo segundo turno das eleições presidenciais. Foram mais de 60,3 milhões de votos para Lula assumir a Presidência do Brasil a partir de 1º de janeiro.

Bolsonaro, por outro lado, recebeu 49,10% dos votos válidos, cerca de 58,2 milhões de votos em números absolutos. O presidente foi o primeiro na história democrática do Brasil a não conseguir se reeleger.

Desde quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) oficializou o resultado das eleições, nem Bolsonaro nem qualquer pessoa da sua família se manifestou publicamente. Já são cerca de 12 horas em silêncio.

Isolado no Palácio do Alvorada, em Brasília, o presidente ficou inacessível para a maior parte dos aliados e atendeu apenas alguns interlocutores por telefone. O chefe do Executivo se recusou a receber ministros, parlamentares e pastores que tentaram se encontrar com ele após a derrota.

Lula é eleito presidente do Brasil

Lula é eleito presidente do Brasil

Lula é eleito presidente

Lula é eleito Presidente da República nas eleições 2022 deste domingo (2). Lula recebeu 50,90% dos votos válidos, portanto venceu no segundo turno e é o novo presidente do Brasil pelos próximos quatro anos.

Justiça aceita liminar contra empresa suspeita de assédio moral eleitoral contra os funcionários no MA

Justiça aceita liminar contra empresa suspeita de assédio moral eleitoral contra os funcionários no MA

 — Foto: Betto Lopes/TV Fronteira

A Justiça do Trabalho aceitou, nesta sexta-feira (28), um pedido de liminar contra uma empresa acusada de assédio moral eleitoral contra os seus funcionários em Imperatriz, cidade localizada a 629 km de São Luís.

A ação foi ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA). Segundo a denúncia, a empresa do segmento de moda realizou, no local de trabalho, uma reunião com uma candidata a deputada federal que postou nas redes sociais o encontro a favor do candidato Jair Bolsonaro (PL).

Na postagem, a candidata escreveu a legenda: ‘Logo cedo junto aos colaboradores das lojas sigo na missão de levar a mensagem do nosso Capitão Bolsonaro’, disse. O encontro também foi replicado nas redes sociais da empresa, que postou uma legenda semelhante com a frase ‘Brasil acima de tudo, Deus acima de todos!’, um dos slogans da campanha do presidenciável.

Aldir Júnior descarta apoio do PL a Braide e Duarte e vê ‘terceira via’ com Paulo Victor ou Detinha

Aldir Júnior descarta apoio do PL a Braide e Duarte e vê ‘terceira via’ com Paulo Victor ou Detinha

Aldir Júnior destaca desempenho do PL e diz que o crescimento do partido terá papel determinante na eleição municipal (Foto: Divulgação)

O vereador Aldir Júnior, presidente do Partido Liberal (PL) em São Luís afirmou, em entrevista à Rádio Nova FM (93.1 MHz), na noite desta quinta-feira (27), que o crescimento do partido nas eleições de 2022 vai refletir na sucessão municipal de 2024.

A declaração ocorreu durante um bate-papo veiculado no programa “Tá Na Pauta”, comandado pelos apresentadores Isaías Rocha e Thales Castro, com participação do comunicador Christopher Plekanovisk.

O dirigente do PL em São Luís também destacou a ampliação da bancada feminina da sigla no Maranhão, com a eleição da deputada Detinha para a Câmara Federal, falou do importante papel que seu tio, deputado federal reeleito Josimar, teve na montagem do quadro partidário e disse que votará em Bolsonaro no segundo turno da disputa presidencial.

Peça determinante

Aldir também comentou o importante papel que Paulo Victor teve nas eleições deste ano na capital. Segundo ele, seu colega de bancada foi o maior player do Carlos Brandão e atuou como peça determinante na eleição do governador. Além disso, o parlamentar também destacou sua relação com o próximo presidente da Câmara, será pautada no respeito e na amizade dos dois.

“O Paulo [Victor] foi o maior player do [Carlos] Brandão e foi peça determinante na eleição do governador. Eu e ele não somos apenas colegas. Hoje somos amigos. Na politica, eu sempre discuto ideias, eu não discuto pessoas. Quero estar na politica pra servir ao próximo”, declarou.

Sucessão em São Luís

Ao comentar sobre a próxima sucessão municipal, Aldir Júnior afirmou que o PL vai estar onde achar que o cabe. Ele, entretanto, descartou um possível apoio ao prefeito Eduardo Braide e ao deputado Duarte Júnior, mas apostou numa terceira via que pode ser o vereador Paulo Victor ou a deputada Detinha.

“Vejo que a gente tem que estar onde nossas ideias se encaixam. Eu não me vejo votando em quem não admiro. Eu não voto em quem não admiro. Já votei em quem tinha respeito, mas não admiração. Tenho convicção que o PL tem papel determinante na eleição municipal. Na eleição passada, fiz um movimento para estar com o atual prefeito [Braide], mas não deu certo. Votei no Duarte e tenho respeito, mas hoje não me vejo em nenhum dos lados. Acho que vai aparecer uma terceira via, que pode ser o próprio Paulo Victor ou deputada federal Detinha”, completou.

Falta de diálogo com Braide volta dominar a pauta dos vereadores na Câmara de São Luís

Falta de diálogo com Braide volta dominar a pauta dos vereadores na Câmara de São Luís

Eduardo Braide chegou a se reunir com parte dos vereadores e prometeu estreitar relações (Foto: Divulgação)

Clima de desconforto na relação do prefeito Eduardo Braide (sem partido) com os vereadores voltou a dominar a pauta dos parlamentares na Câmara Municipal de São Luís. Ainda de forma velada, os vereadores têm cobrado diálogo com o Poder Executivo. Este diálogo, claro, tem relação com a liberação de emendas da área da saúde. É o que aponta a coluna “Estado Maior”, no Imirante.com.

De acordo com a publicação, os vereadores reclamam de falta de resposta por parte da Prefeitura de São Luís para as demandas enviadas pela Câmara Municipal. Isto é o que é dito em plenário. Mas nos bastidores não é exatamente isto.

A cobrança é pela liberação de mais de R$ 640 mil para cada vereador em emenda parlamentar destinada exclusivamente para a saúde. Na prática, Eduardo Braide tem até dezembro para liberar o recurso, no entanto, seis vereadores já conseguiram esta liberação o que faz com que os demais pressionem o prefeito.

Aos vereadores, o secretário de Articulação Política, Márcio Andrade, disse que vai verificar os problemas que atingem a gestão e deixa os parlamentares em resposta. O vereador do PCdoB, Astro de Ogum, disse que em 10 dias vai voltar a fazer cobranças.

É aguardar e saber se Braide vai, finalmente, melhorar a relação dele com a Câmara Municipal. Esta relação, por sinal, nunca foi boa. O prefeito até disse que melhoraria, no entanto, a promessa não passou de uma reunião com os parlamentares.

Apoio com emendas

A maioria dos vereadores de São Luís atribui a liberação da emenda dos seis colegas de parlamento ao apoio que ele deram à candidatura do irmão de Eduardo Braide, Fernando Braide (PSC), eleito para a Assembleia Legislativa.

Como emenda parlamentar na capital é impositiva, os parlamentares prometem pressionar o que podem.

A proposta de lei orçamentária é uma dessas peças que serão usadas nesta pressão. Ano passado, a matéria de previsão orçamentária de São Luís demorou a ser aprovada.

Prefeito Eudes Barros fez a festa para milhares de crianças no Viva Raposa

Prefeito Eudes Barros fez a festa para milhares de crianças no Viva Raposa

A Prefeitura Raposa realizou neste sábado (22), a segunda edição da festa em comemoração ao Dia das Crianças, celebrado no dia 12 de outubro. A festa reuniu milhares de crianças por toda extensão do Viva Raposa, que foi preparada especialmente para elas com shows infantis, como a Banda Circo Elétrico, Patati e Patatá e diversos brinquedos entre pula-pulas, piscinas de bolinhas e tobogãs. Para tornar a diversão ainda melhor, teve apresentação do Tiririca do Maranhão e diversas outras atrações.

Tomada pelo mar de criançada, a diversão também contagiou o prefeito da cidade, Eudes Barros, que se fez presente na ocasião juntamente com a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Cássia Barros, e demais secretários municipais. Estiveram também, os vereadores Laurivan Uchoa, Moreira, Iran Agrela e Zano. O evento foi realizado pelas Secretarias de Assistência Social e Cultura.

Para o prefeito, a festa em comemoração ao Dia das Crianças firma um compromisso com a população. “Me sinto muito feliz por estar aqui nesse momento único de valorização da infância. Agradeço aos pais que trouxeram seus filhos para essa linda festa, que foi preparada com muito carinho em comemoração ao Dia das Crianças, e aqui também é uma demonstração de que a gestão se empenha para trazer o melhor município de Raposa”.

Cássia Barros não escondeu sua felicidade em ver o Viva Raposa repleto de crianças. “Estamos muito felizes em poder levar por mais um ano consecutivo uma tarde de brincadeiras e diversão para as nossas crianças. A importância de ver a gratidão nesses rostinhos é inexplicável. E em dezembro tem muito mais com a Festa de Natal!”.

A Secretaria Municipal de Cultura não economizou na estrutura do palco, que trouxe conforto às atrações da noite e para quem participou do evento. O titular da pasta, Pereira Filho, destacou a importância de oferecer segurança para os brincantes. “É uma honra poder contribuir nesse momento, podendo viabilizar a estrutura para que o nosso povo tenha o melhor lazer e entretenimento”, finalizou.