Senadores maranhenses não veem futuro no pedido de impeachment de ministro

Senadores maranhenses não veem futuro no pedido de impeachment de ministro

Eliziane Gama e Weverton Rocha declararam voto contra a impeachment; Roberto Rocha também não aprova, mas não vai declarar por ser aliado de Jair Bolsonaro

Se depender dos três senadores maranhenses, o pedido de impeachment do ministro Alexandre Moraes, do Supremo Tribunal Federal, protocolado no Senado pelo presidente Jair Bolsonaro terá como destino o arquivo morto da Câmara Alta.

Primeira a se manifestar sobre o assunto, a senadora Eliziane Gama (Cidadania), uma das vozes oposicionistas mais firmes na Casa, fulminou a iniciativa presidencial: “O pedido de impeachment de Alexandre de Moraes tem pouquíssima chance de ser aprovado. Os ataques ao ministro devem-se a sua atuação rigorosa no combate às fake news, que tanto afetam a democracia. O presidente tensiona ainda mais as relações e caminha a passos largos para a ingovernabilidade”.

Por sua vez, o senador Weverton Rocha (PDT) também criticou o pedido de impeachment e sugeriu que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que se declarou contrário, recuse gesto do presidente da república, o indefira e mande o pacote para o arquivo. A Coluna não ouviu o senador Roberto Rocha (sem partido), mas uma fonte próxima dele disse que ele não vê futuro na iniciativa, mas não vai criticar o presidente, de quem é aliado. (Com informações do blog Repórter Tempo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.