Mãe culpa Braide por deixar filho com deficiência sem atendimento médico

Mãe culpa Braide por deixar filho com deficiência sem atendimento médico

‘Prefeito prometeu e não está cumprindo’, desabafa mãe após filho com deficiência ficar sem atendimento médico

Uma mãe, moradora da Vila Luizão, bairro localizado na periferia de São Luís, emocionou as redes sociais e grupos de aplicativo de conversas ao aparecer em vídeo, fazendo um desabafo sobre o drama vivido pelo filho que ficou sem atendimento médico, após o Núcleo de Saúde do projeto Viver Bem Mais fechar as portas por falta de apoio da administração do prefeito Eduardo Braide (Podemos).

“A gente não tem um posto de saúde e aqui [no núcleo de saúde do projeto Viver Bem Mais] ficou próximo de casa. Consegui médico para ele é muito difícil e, aqui era tudo perto e tem várias especialidades, então acho que o prefeito tinha que ajudar mais. Ele se comprometeu com a população e não está cumprindo”, afirmou.

A personagem do vídeo é Rosimeira, que é genitora do paciente João Victor, um jovem cadeirante que era um dos beneficiados com os procedimentos médicos oferecidos pelo projeto social que atendia a população carente.

Na gravação de 30 segundos, a mãe lembrou que o prefeito Eduardo Braide esteve na comunidade durante a campanha e prometeu ajudar o projeto que oferecia mais de 16 especialidades gratuitas e realizava pouco mais de 5 mil atendimentos por mês.

“[Braide] Fez campanha que iria ajudar, que iria fazer e acontecer, mas não está cumprindo. [Aqui] tem o prédio, tem equipamento [e uma] comunidade que tanto precisa. É muito triste a gente saber que acabou. O prefeito deveria fazer mais por nós”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.