Candidatos usam rádio e TV para conquistar eleitores e fortalecer posições

Candidatos usam rádio e TV para conquistar eleitores e fortalecer posições

Há 32 dias das eleições de outubro os eleitores das 20 maiores cidades maranhenses – incluindo São Luís – ainda não decidiram em quem votar para governador. Mas recentes pesquisas de intenção de voto indicam que as posições atuais dos candidatos dificilmente serão alteradas, mesmo considerando um índice médio de 19% de indecisos.

Essas cidades representam mais de 80% do eleitorado maranhense, composto por 5 milhões de eleitoras e eleitores aptos a votar em 2022. O único fator que pode alterar o quadro atual da disputa é o horário gratuito da propaganda eleitoral no rádio e na televisão. Mas pelo perfil e poder de persuasão conhecidos de cada um dos candidatos, não se pode esperar novidades.

O surgimento de alguma zebra nas eleições deste ano está fora do radar. As pesquisas eleitorais realizadas até agora indicam que Carlos Brandão (PSB) e Weverton Rocha (PDT) lutam para garantir vaga no segundo turno, enquanto Lahésio Bomfim (PSC) e Edivaldo Júnior (PSD) se alternam entre terceiro e quarto lugar na corrida ao governo do estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.