Mulher é sequestrada, estuprada, torturada e mantida em cárcere privado no MA

Mulher é sequestrada, estuprada, torturada e mantida em cárcere privado no MA

Mulher é sequestrada, estuprada, torturada e mantida em cárcere privado por três meses em região de mato fechado no interior do Maranhão — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Maranhão
Mulher é sequestrada, estuprada, torturada e mantida em cárcere privado por três meses em região de mato fechado no interior do Maranhão — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Maranhão

Nessa quarta-feira (16), um homem foi preso em flagrante, após sequestrar, estuprar e torturar uma mulher na cidade de Boa Vista do Gurupi, a 236 km de São Luís. Segundo a polícia, a vítima foi mantida em cativeiro, por três meses, em uma região de mata fechada no município.

De acordo com o delegado Carlos Magno Magalhães, o homem conheceu a vítima na cidade de Carutapera, a 241 km da capital, e criou “uma certa obsessão” por ela, sendo a mulher ainda casada. As investigações apontam que o homem afirmava que amava a vítima e que ela só poderia ser dele. Na época, o suspeito ainda chegou a ameaçar de morte o, até então, companheiro da vítima.

E, há cerca de três meses, o homem invadiu a residência da vítima de onde roubou vários objetos de valor e sequestrou a mulher.

A polícia aponta que o suspeito manteve a vítima em cárcere privado por três meses, em uma região isolada no meio da mata fechada, em um local insalubre, próximo ao povoado Sodrelândia, em Boa Vista do Gurupi. Após denúncias, os investigadores da Polícia Civil de Carutapera adentraram na mata, localizaram o cativeiro e libertaram a vítima.

O delegado Carlos Magno disse que, durante os três meses que esteve em cárcere privado, a vítima foi estuprada e torturada por várias vezes. Em certas ocasiões, o agressor chegou a colocar a vítima numa posição que em caso de um movimento brusco, a mesma poderia se enforcar.

Ainda de acordo com a polícia, no momento da ação policial, o sequestrador reagiu à ação da Polícia Civil com uma arma de fogo e acabou sendo alvejado com dois disparos pela equipe de investigadores. Mesmo ferido e preso, o homem não parou de ameaçar a vítima, dizendo que seria preso, mas que voltaria para matar ela.

O homem foi socorrido e levado ao hospital da cidade de Boa Vista do Gurupi e logo após transferido ao hospital da cidade de Governador Nunes Freire.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.