Após 120 dias no senado, Pastor Bel diz ter deixado um legado

Após 120 dias no senado, Pastor Bel diz ter deixado um legado

Natural de Pedreiras, Heber Waldo Silva Costa, conhecido como Pastor Bel, hoje considerado como o maior líder da Assembleia de Deus e com acesso fácil em várias denominações evangélicas, se despede na próxima quarta-feira (18) do senado federal.

O suplente do senador Edison Lobão e pré-candidato ao senado federal,  pastor Bel  assumiu a titularidade na Câmara Alta por 120 dias. Em entrevista ao jornal O Imparcial, ele fez um balanço dos seus 120 dias no senado e garantiu que, apesar do pouco tempo como senador, conseguiu deixar um “legado”.

Ao assumir o cargo de senador em 18 de dezembro de 2017, Pastor Bel realizou aquele que ele considera ser seu maior sonho. Às vésperas de devolver o mandato a Lobão, o ainda senador vislumbra um futuro em Brasília, mas, dessa vez, nada de ser suplente.

“Eu sou pré-candidato ao Senado Federal. Vou enfrentar essa batalha no estado do Maranhão. As coisas não são muito fáceis. Toda eleição é difícil para todo mundo e não tem ninguém que já ganhou”, afirmou o pastor Bel em entrevista ao matutino.

Durante entrevista revelou que estará ao lado da pré-candidata ao governo do Maranhão, Maura Jorge (PSL).

“Eu tenho uma conversa muito boa com a Maura Jorge. Acho que tem 99% para ficar com Maura, porque todos já têm seus candidatos ao Senado. As conversas estão muito bem encaminhadas. É uma pessoa que a gente fala a mesma língua”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.