Zé Reinaldo

Zé Reinaldo se reúne com prefeito de São Mateus em Brasília

Zé Reinaldo se reúne com prefeito de São Mateus em Brasília

O prefeito de São Mateus, Miltinho Aragão, se reuniu nesta quarta-feira (21) com o deputado federal José Reinaldo (PSB) em Brasília para discutir projetos de desenvolvimento daquele município e sobre a atual conjuntura política no Maranhão.

O encontro, que ocorreu no gabinete do deputado, foi marcado devido ao compromisso que Zé Reinaldo assumiu com os municípios da região do Médio Mearim em outubro de 2017, quando esteve em São Mateus para um encontro denominado II Encontro da Gratidão, que reuniu mais de 80 lideranças políticas em apoio à candidatura do deputado ao Senado.

Na ocasião, Zé Reinaldo recebeu o apoio de Miltinho Aragão e dos demais prefeitos e ex-prefeitos, e entregou aos participantes um documento chamado Carta de Compromisso com os Municípios, que pontuava uma série de ações a serem desenvolvidas na Câmara em favor das cidades maranhenses.

“Zé Reinaldo foi o governador que mais ajudou e investiu nos municípios. Além disso, foi o responsável pelo rompimento de um ciclo político nefasto que durante quase 50 anos prejudicou o Maranhão. Tenho certeza que será o melhor e o maior senador municipalista que o nosso estado já teve”, disse Aragão durante o evento.

Zé Reinaldo na lista de “traidores” do Planalto e deixa Flávio Dino em “saia justa”

Zé Reinaldo na lista de “traidores” do Planalto e deixa Flávio Dino em “saia justa”

jose-reinaldo

Dado como voto certo contra o impeachment, o ex-governador do Maranhão José Reinaldo (PSB) surpreendeu à todos, quando na hora mudou o não pelo sim, causando um tremendo mal estar, e aumentando ainda mais a lista de supostos ‘traidores’ do Planalto, deixando o governador Flávio Dino (PCdoB) em uma tremenda sai justa.

Zé Reinaldo era um dos deputados maranhenses que estavam em cima do muro e foi justamente ele, o motivo da viagem do governador a Brasília para convencê-lo a votar a favor do governo. Uma tarefa de pequeno esforço colocar o Zé na lista de Lula, e assim foi feito.

Só que, para a surpresa de todos, ele deu um tremendo “tchau” para Dilma, Lula e ao governador Flávio, mas não antes de pedir desculpas, antes de proferir o voto. Era mais um nome que engrossava alista dos traidores do Planalto.