Presidente do Sampaio, Sérgio Frota pode está envolvido com máfia no futebol

Presidente do Sampaio, Sérgio Frota pode está envolvido com máfia no futebol

Desde que assumiu a presidência do Sampaio Corrêa, Sérgio Frota só falou em prejuízos, mas nunca largou o osso do tubarão. Chorava, esperneava, mas continuava presidente. Toda prestação de conta, sempre citava um tal prejuízo de mais de um milhão de reais anual. Mas nunca quis largar o comando do time. Em 2017 Frota chegou anunciar que seria seu último ano a frente da Bolívia, mas no final das contas apareceu candidato novamente.

Sérgio Frota já colheu muitos frutos bolivianos, e até a sede do clube ele chegou a negociar, segundo a imprensa noticiou. Uma caixa preta nunca foi aberta em todo esse tempo no Sampaio. Cheio de marra, Frota se acha o Charles Miller, aquele estudante que trouxe uma bola e regras de futebol da Inglaterra para o Brasil. Se mete a falar de tudo, sabe tudo, mas pouco explicou sobre seus 11 anos no comando do Sampaio.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro da Série C de 2017, um caso chamou atenção dos desportistas maranhenses. No jogo entre Sampaio X Botafogo-PB, no estádio Castelão em São Luís, o tricolor abriu o jogo na maior cara de pau e perdeu em pleno Castelão por 3×2. Com o resultado, o Botafogo escapou do rebaixamento. O que ninguém sabia era que Sérgio Frota era tão amigo do presidente do Botafogo-PB. Todo mundo desconfiou da atitude do Sampaio, mas ficou calado, como de costume.

No Campeonato Maranhense de 2017, algo ficou muito suspeito após o Sampaio que estava na penúltima colocação na classificação geral, só estava acima do Americano, buscou uma classificação no tapetão, mesmo perdendo no TJD maranhense. O presidente garantia aos 4 cantos da cidade que no Rio de Janeiro ele ganhava. É evidente que Sérgio Frota teve ajuda do presidente da Federação Maranhense de Futebol, que chegou a viajar para a capital carioca várias vezes, segundo informou a imprensa local. No final, Sampaio foi o classificado, campeão maranhense em cima do Cordino e de quebra levou a final para Imperatriz, fazendo com que o Cordino não jogasse no estádio Leandrão.

No último domingo (13) a casa caiu para Sérgio Frota, após o Jornal Correio da Paraíba publicar uma matéria sobre o inquérito da Operação Cartola, que investiga corrupção no futebol paraibano. E se mexer mais um pouco no passado recente do deputado boliviano, pode encontrar mais coisas, já que no futebol maranhense pode não ser diferente do paraibano.

Deputado estadual do Maranhão aparece nas escutas

Em uma conversa gravada, Zezinho do Botafogo liga para o deputado estadual Sérgio Frota (PSDB-MA), presidente do Sampaio Corrêa para articular sobre a arbitragem do jogo entre Botafogo-PB e Altos-PI, pela última rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. Zezinho pede ao deputado Sérgio Frota o nome do juiz, que seria do Maranhão. Em um determinado momento, Zezinho passa o telefone para Breno e eles conversam rapidamente. O deputado pede que a conversa continue de noite e diz que vai resolver o problema. A partida em questão foi vencida por Belo pelo placar de 1 a 0. O árbitro do jogo foi o maranhense, da cidade de Imperatriz, como o próprio deputado fala no telefonema, Ranilton Oliveira.

E agora, o  Ministério Público do Maranhão vai deixar barato tudo isso ou vai investigar mais coisas do deputado? Tentamos contato com Sérgio Frota, mas não foi possível. O Espaço está aberto para explicações ao povo.

Com Informações do Portal Correio da Paraíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *