“Guia esperado” vai separar “política do bem e do mal”, diz presidente do PRTB

“Guia esperado” vai separar “política do bem e do mal”, diz presidente do PRTB

5ADFD359-9774-432C-8D87-4F098C499F41

O advogado Márcio Coutinho, presidente do diretório do PRTB no Maranhão, publicou artigo nesta segunda-feira (12) em seus perfis nas redes sociais, colocando seu ponto de vista em relação ao período eleitoral que se inicia.

Em texto intitulado “a política do bem e do mal e o guia esperado”, Coutinho diz que o mundo político maranhense já se assanha, no preparar das armas para a disputa, nem sempre honrada, nem sempre justa.

— Mais um período eleitoral se inicia. A chamada pré-campanha já está na rua com o desfile dos mais variados tipos de pré-candidatos. Figuras já realizadas politicamente – e outros nem tanto – se juntam a novatos, experientes, amadores e profissionais na rotina comum de discursos, reuniões, visitas às bases e, claro, fotos para difusão na rede social. O mundo político maranhense já se assanha, no preparar das armas para a disputa, nem sempre honrada, nem sempre justa.

Ao se referir sobre a dicotomia do bem contra o mal, Márcio Coutinho afirmou que só há um caminho, porém, muitos são os timoneiros se apresentando para nos guiar.

— O caminho é a união. A coalizão do bem com a adequada e necessária discussão de propostas, de ideias e projetos, de Governo e de Parlamento. Só há um caminho, porém muitos são os timoneiros se apresentando para nos guiar. Pois, mostre-se aquele (ou aquela) patrocinador da união e não da discórdia. Nessa estrada única para a solução, precisamos apenas identificar esse guia.

Leia a íntegra do artigo:

A POLÍTICA DO BEM E DO MAL E O GUIA ESPERADO

Mais um período eleitoral se inicia. A chamada pré-campanha já está na rua com o desfile dos mais variados tipos de pré-candidatos. Figuras já realizadas politicamente – e outros nem tanto – se juntam a novatos, experientes, amadores e profissionais na rotina comum de discursos, reuniões, visitas às bases e, claro, fotos para difusão na rede social.

O mundo político maranhense já se assanha, no preparar das armas para a disputa, nem sempre honrada, nem sempre justa. O discurso raivoso sempre esteve presente em eleições anteriores, mas esse pleito promete um acirramento, um aumento na temperatura das declarações e postura de alguns candidatos. A dicotomia, o bem contra o mal, insisti em prevalecer na cabeça da maioria e o interessante é perceber que todos levantam o estandarte do bom, do honesto, do mais competente e comprometido com o bem-comum. Para um extraterrestre, ingênuo e crédulo nos discursos,  as eleições seriam o embate do bem contra o mal, conquanto todos fossem o bem e todos os seus adversários fossem o mal, numa espécie de lógica do impossível.

Mas nem tudo está perdido.

Há quem acredite na política como algo maior. Um meio de união e não de divisão. A busca da junção de forças, dos bons interesses comuns que, pela força do diálogo e conciliação, se imponha como caminho, fórmula e instrumento de enfrentamento das mazelas, das demandas sociais, da pobreza (econômica e educacional), da insegurança e tantos outros males. Esse é o enfoque adequado, o mal não está no adversário político, o mal está naquilo que sufoca, agride ou maltrata a sociedade, que fere a lei, que violenta os bons costumes, tudo enfim, a robustecer o pernicioso sentimento de tristeza social, desencanto e desesperança geral. Enxergar o mal apenas no adversário, e por consequência não combater o verdadeiro inimigo, é deixar livre para vicejar o mal maior, real e cruel da falta de solução para os problemas sociais.

O caminho é a união. A coalizão do bem com a adequada e necessária discussão de propostas, de ideias e projetos, de Governo e de Parlamento.

 Só há um caminho, porém muitos são os timoneiros se apresentando para nos guiar. Pois, mostre-se aquele (ou aquela) patrocinador da união e não da discórdia. Nessa estrada única para a solução, precisamos apenas identificar esse guia.

Márcio Coutinho
Presidente do PRTB no Maranhão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *