Candidato do Crea propõe parcerias com indústrias e empresários do Maranhão

Candidato do Crea propõe parcerias com indústrias e empresários do Maranhão

Declaração ocorreu, em entrevista a uma emissora de rádio, durante visita a à Expo Indústria Maranhão

O candidato à presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (Crea-MA), Paulo Rogério criticou a gestão de Cleudson Anchieta à frente da autarquia e aclassificou como “mediana”, sem nenhuma ação ou projeto de grande impacto para profissionais do segmento que estão filiados ao conselho.

 Paulo Rogério afirmou que uma das suas propostas é expandir a interiorização do Crea-MA, conceder maior valorização aos profissionais da engenharia e propor parcerias com empresários, engenheiros e profissionais da indústria.

 A garantia foi dada na noite da última sexta-feira (10), durante visita à Expo Indústria Maranhão, maior ação multissetorial da indústria no Nordeste realizado, no Multicenter Sebrae (Cohafuma).

 A declaração de Paulo Rogério, dada em entrevista a uma emissora de rádio da capital, foi feita na presença do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), Edilson Baldez das Neves.

 “O Crea não pode ficar de fora de eventos como a Expo Indústria que tem como objetivo apresentar a diversidade do setor industrial do Maranhão para a sociedade, além de proporcionar um ambiente favorável ao desenvolvimento de novos negócios. Eu defendo em uma das minhas propostas a integração do nosso conselho com entidades que representam indústrias e empresários no Maranhão. Essa parceria significa que pretendemos buscar saídas para a redução de custos e para o incremento capaz de abrir mercados e oportunidades”.

Presidente da Fiema, Edilson Baldez ao lado do candidato Paulo Rogério

 A proposta de parceria agradou vários empresários do segmento industrial que estavam com estandes de exposição no local do evento. O executivo Darci Fontes, da Fonmart Tecnologia – empresa especializada em Projetos, Implantação e Manutenção de Soluções de Tecnologia nas áreas de Engenharia Elétrica, Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), Segurança Eletrônica e Eficiência Energética, gostou da proposta.

 “É sempre importante debater ideias que estimulam o desenvolvimento da indústria, do serviço, do comercio, da construção civil. Todos nós queremos um estado mais desenvolvido e estamos aqui para colaborar”, afirmou.

 Para o presidente da Fiema, Edilson Baldez, o simples fato do candidato se colocar à disposição para o diálogo com as indústrias já mostra grandeza. “Esse é o primeiro passo. Daqui para a frente é aprofundar estas ideias”, declarou.

Durante a entrevista, Paulo destacou que hoje o Crea-MA conta com mais de 6 mil profissionais aptos a votar. Ele disse ainda que possivelmente o Tribunal Regional Eleitoral dará o apoio para que a votação aconteça conforme o esperado.

“Eu sempre tive o desejo grande de valorizar a profissão e achei que simplesmente ser engenheiro não era o suficiente. Uma das formas de valorizar a profissão é participar das coisas da profissão, por isso, resolvi lançar minha candidatura com o apoio do movimento Novo Crea. Eu acredito que um novo conselho é possível. Creia nisso!” Concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *