Índios Gamela também tinham armas de fogo em confronto com agricultores

Índios Gamela também tinham armas de fogo em confronto com agricultores

Jorge Pacheco, delegado regional de Polícia Civil de Viana (MA)  afirmou ontem (4), em entrevista ao jornalista Alex Barbosa, da TV Mirante, que as primeiras informações apuradas pelos investigadores apontam que os supostos índios Gamela também portavam armas de fogo no confronto com agricultores no último fim de semana (reveja).

“As primeiras informações dão conta disso, de que houve agressões de parte a parte e as duas partes estavam armadas com armas de fogo, sim”, destacou.

Esse é mais um dado que contrapõe a versão inicial do caso, publicizada pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e da Comissão Pastoral da Terra (CPT). Segundo as duas entidades, “índios” teriam sido “massacrados” (este foi o termo) por “fazendeiros” – um das vítimas teria tido a mão decepada, ainda de acordo com essa versão.

Os “fazendeiros”, na verdade, são pequenos agricultores, não houve decepamento e, agora, sabe-se também que “massacre”, na verdade, foi um confronto aberto, com armas de fogo disparadas de lado a lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *