Caos na saúde pública: pacientes dormem em fila para marcar consulta no Maranhão

Caos na saúde pública: pacientes dormem em fila para marcar consulta no Maranhão

No bairro Outeiro da Cruz, onde funciona um dos 25 postos da Central de Marcação de Consultas e Exames do Município (Cemarc) na capital, pacientes que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS) estão sendo obrigados a dormir em uma fila em São Luís para poder tentar marcar exames e consultas. A situação está ocorrendo na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

No local, que é utilizado para a marcação de consultas e exames de diferentes especialidades médicas, os pacientes reclamam que apesar da distribuição das senhas não há vaga para o exame ou consulta requisitada. Por conta disto, eles são obrigados a procurar os postos da Cemarc diariamente com o intuito de adquirir os serviços médicos.

Uma paciente identificada como Ana, que procurou um posto em busca de exames laboratoriais, disse que procurou o posto da Cemarc no bairro Jordoa porque não encontrou vagas nos outros postos. “A gente vai em outros lugares e não consegue. Então a gente vem aventurar aqui. Eu quero fazer um hemograma completo. Eu já vim aqui umas duas vezes e hoje para tentar novamente”, revelou.

A previsão para o início do atendimento no posto da Cemarc no bairro Outeiro da Cruz é às 8h e as senhas, segundo os funcionários, são entregues por volta das 7h30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *