Senador diz que PSB expulsará quem não apoiar sua candidatura ao governo

Senador diz que PSB expulsará quem não apoiar sua candidatura ao governo

O senador Roberto Rocha (PSB) foi taxativo ao comentar o racha que se mantém no PSB sobre o destino do partido nas eleições de 2018.

Ele trabalha para ser o candidato socialista a governador no ano que vem – embora mantenha conversas com outros partidos, como o PSDB -, mas enfrenta resistências do grupo representado pelo atual presidente da sigla, o prefeito Luciano Leitoa, de Timon, que defende apoio à reeleição de Flávio Dino (PCdoB).

Apesar disso, Rocha garante ter o apoio da direção nacional e anunciou que, se for candidato, quem não o apoiar deverá ser expulso do PSB.

“Se eu tiver que ser candidato ao governo, se eu for chamado para esse desafio, é claro que eu tenho toda a confiança da direção nacional do meu partido. Aqui no Maranhão, aqueles que eventualmente não quiserem acompanhar a decisão do partido serão simplesmente expulsos do partido”, disse.

O senador comentou, ainda, os informes sobre uma eventual saída para o PSDB.

“Eu ouço muita especulação, mas não tem nada a respeito da minha saída do PSB”, completou.

Em tempo: nesta semana, em reunião do PSB, Luciano Leitoa garantiu apoio da legenda à candidatura do deputado federal Zé Reinaldo ao Senado, mas apontou para a repetição de uma composição com o PCdoB na disputa pelo Executivo. (Do Blog do Gilberto Léda)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *