Browsed by
Mês: outubro 2016

Vídeo flaga suposta compra de voto e pode comprometer Edvaldo em caso de reeleição

Vídeo flaga suposta compra de voto e pode comprometer Edvaldo em caso de reeleição

Um crime eleitoral de compra de votos pode estar se configurando em São Luís. O deputado Weverton Rocha (PDT), que saiu da condição de coordenador para ‘operador’ da campanha do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), candidato a reeleição, desde o inicio da semana vem sendo acusado de tentar cooptar votos de lideranças comunitárias em vários bairros. No entanto, um vídeo divulgado por ele mesmo e que começou a circular pelo aplicativo Whatsapp, na manhã deste sábado (29), indicaria que o comando da campanha de Edivaldo vai organizar a militância em diversas ‘atividades’ para passar o dia ‘visitando’ moradores na própria residência, um dia antes da eleição. (Leia mais aqui)

No discurso do video, Weverton ainda detalhou como vai funcionar, mas pede que as pessoas fiquem na porta de suas casas aguardando, pois, com certeza eles irão passar até às 22 horas.

— Olá amigos do doze. Hoje nós estamos todos reunidos, sábado, dia 29 de outubro, faltando um dia para eleição. Todos os amigos do doze passarão o dia fazendo várias atividades na nossa capital, na ilha rebelde. (…) Nossos amigos e amigas que estão com o doze irão fazer um grande atividade amanhã a tarde toda até às 22 horas. Nos espere (sic) em sua porta de casa que com certeza iremos passar, valeu! — Disse

COMPRANDO VOTO COM ‘PULSEIRA-GASOLINA’
No vídeo que sugere uma suposta compra de voto, chama à atenção as declarações de um locutor no microfone de um carro de som revelando, com isso, o que seria outra compra de voto em troca de gasolina para que os eleitores possam participar de uma “motocada”.

O locutor narra o que seria o esquema de troca do voto por gasolina da seguinte forma:

— Atenção! O pessoal que está sem pulseira, vem bem aqui, na frente do trio. Você que ainda não colocou a pulseira, vem bem aqui, perto de mim para falar com Wagner — revelou.

Pelas imagens, observamos que motociclistas e até mototaxistas foram convidados para participar da atividade. Eles foram chegando já devidamente caracterizados com adesivo de Edivaldo Júnior nas suas motocicletas. Em troca, recebiam uma pulseira que os autorizavam a abastecer uma quantidade determinada de gasolina, num local que provavelmente estaria indicado por uma nota de autorização. A pulseira seria uma espécie de identificação para abastecer de graça no posto.

O deputado Weverton Rohca e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior ainda não se pronunciaram sobre o vídeo que pode, inclusive, ser apresentado à justiça eleitoral para as providencias necessárias.

Waldir Maranhão declara apoio a Edivaldo Júnior

Waldir Maranhão declara apoio a Edivaldo Júnior

waldir-maranhao

O deputado federal Waldir Maranhão (PP) – centro de uma polêmica entre candidatos a prefeito no  primeiro turno -, resolveu manifestar-se em relação à eleição 2016 na capital.

Ele postou para foto com o prefeito eleito de Pinheiro, Luciano Genésio, e declarou apoio a Edivaldo Holanda Júnior (PDT), candidato à reeleição em São Luís pela coligação “Pra Seguir em Frente”.

Justiça suspende inserção de Flávio Dino do programa de Edivaldo por irregularidade

Justiça suspende inserção de Flávio Dino do programa de Edivaldo por irregularidade

FlavioDinoInsercao

A Justiça Eleitoral suspendeu nesta sexta-feira (28) a inserção veiculada no horário eleitoral  a declaração de apoio do governador Flávio Dino (PCdoB) no candidato Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

O pedido foi formulado pelo Partido Mobilização Nacional (PMN), do candidato Eduardo Braide, que apontou irregularidade no uso do espaço destinado à campanha de Edivaldo.

Na alegação, o PMN sustentou que a propaganda eleitoral gratuita permite destinar apenas 25% do tempo da inserção para uso de apoiadores.

Na gravação em que Flávio Dino é protagonista, houve uso de 28 segundos de um total de 30. Ele poderia utilizar apenas 7,5 segundos.

O juiz Adnaldo Ataíde Cavalcante acatou a decisão e determinou a suspensão da propaganda veiculada no rádio e na TV.

Weverton Rocha, de coordenador a ‘operador’ da campanha de Edivaldo Holanda Júnior

Weverton Rocha, de coordenador a ‘operador’ da campanha de Edivaldo Holanda Júnior

TEXTOS-11

Dados da Câmara dos Deputados mostram que o parlamentar Weverton Rocha (PDT) anda extremamente preocupado com o segundo turno das eleições em São Luís. É que ele deixou de comparecer a 9 das 19 reuniões ocorridas no mês de outubro naquela Casa Legislativa.

O principal motivo da ‘gazetagem’ de Weverton é a campanha na capital maranhense que segue tecnicamente empatada, entre Edivaldo Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN), segundo a última pesquisa do Instituto Ibope, divulgada na noite desta quinta-feira (27), pela TV Mirante.

Coordenador da campanha de Edivaldo Júnior, o deputado sabe que se o aliado continuar na prefeitura, ele mantem o sonho de disputar o Senado daqui a dois anos. Para isso, além das faltas na Câmara, o coordenador vem assumindo o papel de ‘operador’.

Moradores da ilhinha cobram de Edivaldo Júnior R$ 214 mil que recebeu para reformar estádio e nada foi feito

Moradores da ilhinha cobram de Edivaldo Júnior R$ 214 mil que recebeu para reformar estádio e nada foi feito

3

Desportistas do bairro da Ilhinha, na Região do São Francisco, aguardam a reforma do Estádio Beira Rio que deveriam ter sido iniciadas junho e concluídas em setembro deste ano, depois da liberação de R$ 214 mil 865 reais, por meio de um convênio com Ministério do Esporte. No entanto, o sonho de ver todos jogando juntos na comunidade esbarrou em um mistério. A informação foi obtida pelo jornalista Isaías Rocha.

4

A Construtora Delta Empreendimentos, vencedora de licitação, assinou o contrato com a Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (SEMDEL) há cinco meses, fez alguns pequenos procedimentos, mas no mês passado, abandonou totalmente a construção, quando as obras já deveriam estar concluídas, de acordo com o contrato firmado, conforme extrato publicado no Diário Oficial do Munícipio (DOM) no dia 24 de julho de 2015.

imagem

SUSPEITA DE IRREGULARIDADE
Ao analisar o processo licitatório que originou a contratação da Delta, por exemplo, observamos uma divergência nos números do contrato para o mesmo objeto. Ou seja, a Central Permanente de Licitação da Prefeitura publicou dois editais na modalidade tomada de preço para realização do mesmo serviço: 04/2015 e 01/2016, sugerindo semelhanças nos objetivos dos contratos que poderiam resultar em pagamentos duplos por serviços já executados.

divergencia1

divergencia2
A situação complica ainda mais quando se analisa os recursos para viabilizar os serviços. No Sistema de Convênios (Siconv) do Ministério do Planejamento, consta que o valor global para os investimentos foi de R$ 429.731,25 e mais uma contrapartida da Prefeitura de R$ 8 mil e 800 reais. No entanto, no Portal Transparência da União, o último repasse do convênio 786136/2013, foi no dia 21 de dezembro de 2015.

Debate hoje na TV Mirante será chance de desempatar 2º turno em São Luís

Debate hoje na TV Mirante será chance de desempatar 2º turno em São Luís

A campanha eleitoral deste segundo turno, em São Luís, chega aos últimos capítulos ainda com muitas dúvidas sobre quem será o próximo prefeito da capital maranhense. É que os dos candidatos na disputa – Edivaldo Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN) – seguem tecnicamente empatados, de acordo com a última pesquisa do Instituto Ibope, divulgada na noite desta quinta-feira (27), pela TV Mirante.

O debate desta sexta-feira no Sistiema Mirante será chance de desempatar 2º turno em São Luís, para atrair eleitores indecisos.

com

 

O levantamento mostrou que o candidato Edivaldo registra hoje 48% das intenções de votos, contra 44% dados a Braide. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, significa que os dois candidatos estão empatados.

E os dois postulantes terão pela frente o debate de amanhã à noite, na mesma emissora para desempatar a disputa. O evento promovido pela afiliada da Rede Globo, no Maranhão, pode ser decisivo para desempatar o jogo.

Edivaldo Júnior é acusado de desviar mais de R$ 7 milhões do Projovem

Edivaldo Júnior é acusado de desviar mais de R$ 7 milhões do Projovem

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) coleciona mais uma denúncia de desvio de recursos federais em sua gestão. O deputado Wellington do Curso (PP) apresentou , na Assembleia Legislativa, denúncias documentadas de desvios de pelo menos R$ 7 milhões do Programa Nacional de Inclusão de Jovens, o Projovem.

O endereço do ITCSP indicado no contrato; nem o número indicado existe nesta rua

Para forjar a fraude, via Secretaria Municipal de Educação, ainda na gestão de Geraldo Castro Sobrinho, do PCdoB, a gestão de Holandinha contratou o Instituto de Treinamento, Capacitação e Seleção de Pessoal (ITCSP).

Mas a empresa simplesmente não existe.

Pelo menos foi isso que constatou o próprio Wellington do Curso, ao viajar pessoalmente a Cazajeiras, onde descobriu que sequer o número constante do documento da empresa existe na rua indica.

– É de se estranhar que o prefeito tenha ido buscar em Cajazeiras uma empresa para oferecer serviços em São Luís, dispensando qualquer ato licitatório. Um verdadeiro ataque à moralidade. Essas afirmações não são minhas. São documentos oficiais que comprovam que, mesmo com inúmeras empresas, a prefeitura não efetivou a licitação, indo na contramão do que a legislação e uma Administração séria impõem –  afirmou Wellington.

O contrato de R$ 7 milhões que nunca chegaram aos estudantes

A revelação de Wellington, obviamente, resultou na reação enfurecida de aliados do prefeito Edivaldo Júnior na Assembleia, sobretudo deputados pedetistas e comunistas.

Mas o parlamentar do PP seguiu em frente, e vai também à Polícia Federal,ao Ministério Público Federal e Estadual denunciar o desvio dos quase R$ 7 milhões.

SSP comprova que denúncia contra Hilton Gonçalo era falsa

SSP comprova que denúncia contra Hilton Gonçalo era falsa

14826291_10210026589288596_638234335_n

A Secretaria de Segurança Pública (SSP), por meio da Delegacia Geral, emitiu, na última quinta-feira (27), uma certidão em que nega a existência de denúncias ou procedimentos investigatórios contra prefeito eleito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB), um dos principais coordenadores da campanha do candidato Eduardo Braide (PMN), em São Luís.

Certidão desmonta factoide contra coordenador da campanha de Braide.

O documento obtido pelo blog joga por terra a tentativa de blogueiros do prefeito e candidato à reeleição, Edivaldo de Holanda Júnior (PDT), de tentar fraudar a opinião pública por meio de factoides ‘plantado’ na internet tentando atribuir ao prefeito santa-ritense suposta ‘compra de votos’ na capital maranhense.

Na certidão, a delegado-geral adjunta da Polícia Civil do Estado Maranhão, Francisca Adriana Ribeiro Amarante, afirmou que após consultas nos protocolos da Delegacia Geral de Polícia Civil e da Secretaria de Segurança, não foram constatados nenhuma denúncia e/ou procedimento contra Hilton Gonçalo.

Após consultas nos protocolos desta Delegacia Geral de Polícia Civil e da Secretaria de Segurança, não constatamos nenhuma denúncia e/ou procedimento contra o senhor Hilton Gonçalo — diz o documento assinado pela delegada-geral adjunta.

Deu no Globo: Governo do Maranhão asfalta ruas de São Luís na corrida eleitoral

Deu no Globo: Governo do Maranhão asfalta ruas de São Luís na corrida eleitoral

Reprodução
Reprodução | Governo do Maranhão

Faltando poucos dias para a eleição do prefeito de São Luís, o colunista do O Globo, Lauro Jardim aborda o trabalho frenetico do governo de Flávio Dino (PCdoB) com o atual prefeito, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que deixa evidente sua busca pela reeleição, através de obras de pavimentação em São Luís.

A página do governo estadual divulgou que o asfalto nos bairros Vila Luizão e Santa Cruz é o resultado de uma parceria do estado com a prefeitura.

Vereador Bispo Paulo Luiz declara apoio a Eduardo Braide

Vereador Bispo Paulo Luiz declara apoio a Eduardo Braide

O vereador Bispo Paulo Luiz (PRB), da Igreja Universal do Reino de Deus, declarou, ontem (25), apoio ao candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide.

 — Fico muito feliz com o apoio do Bispo Paulo Luiz. Seu trabalho pela cidade contribuirá de forma positiva ao projeto que temos para São Luís. Nossa prioridade, como já disse, é cuidar da nossa gente — disse Eduardo Braide ao lado de Hilton Gonçalo (PCdoB), prefeito eleito de Santa Rita.

Bispo Paulo Luiz esteve entre os dez mais bem votados – com quase 8 mil votos – na disputa por uma vaga de vereador, porém sua coligação não alcançou o quociente eleitoral.