Morre quarta vítima de incêndio criminoso em Pirapemas

Morre quarta vítima de incêndio criminoso em Pirapemas

Morreu nesta quarta-feira (3), Rivelino Marques de Araújo, de 39 anos, a quarta vítima do ataque criminoso em Pirapemas (MA), no mês de julho. Rivelino era vizinho de Raimundo da Conceição Frazão e Maria Francinete da Silva Frazão, proprietários da residência incendiada no povoado Tiquaras, e teve 80% da superfície corporal queimada, estava internado em estado grave e respirando por ventilação pulmonar mecânica. O casal também morreu após o ataque.

No dia 1º, Rosilene da Silva Santos, que estava internada em estado grave no Hospital Socorrão 2, em São Luís, com 75% do corpo queimado, não resistiu às queimaduras e veio a óbito. A segunda morte a ser confirmada foi a de Francineth da Silva Frazão, registrada no dia 26 de julho. Ela teve 65% do corpo queimado no ataque e estava respirando com a ajuda de aparelhos.

A primeira vítima do assalto em Pirabemas foi Raimundo da Conceição Frazão, de 55 anos. Ele era proprietário da residência assaltada e teve 95% do corpo queimado.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou que a morte foi registrada na manhã desta quarta-feira (3). Ainda segundo a nota, permanecem internados Aguinaldo da Silva Conceição, de 32 anos, vizinho de Raimundo e Maria Francinete; e Celso Silva da Costa, 35, também vizinho do casal. Eles estão internados no Socorrão 2. (Leia a nota na íntegra)

NOTA
A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informa que o paciente Rivelino Marques de Araújo estava internado no Hospital Municipal Dr. Clementino Moura, o Socorrão 2, desde a madrugada do dia 20 de julho, com 80% de sua superfície corporal queimada, em estado grave, e não resistiu aos ferimentos na manhã desta quarta-feira, 3 de agosto. Outros três pacientes que também não resistiram foram Raimundo da Conceição Frazão, que faleceu por volta das 7h30 da quinta-feira (21 de julho); e Maria Francineth da Silva Frazão, mulher de Raimundo, que morreu na manhã da última terça-feira, 26 de julho; e Rosilene da Silva Santos, que faleceu na madrugada da última segunda-feira, 1º de agosto.

A Secretaria comunica que os outros dois pacientes permanecem internados no Socorrão 2. A seguir, a Semus informa resumo do quadro geral de cada um deles.

1 – Agnaldo da Silva Conceição: 60% da superfície corporal queimada; recebeu alta da UTI na segunda-feira, 1º de agosto, e foi transferido para a enfermaria;
2 – Celso da Silva Costa: 35% da superfície corporal queimada; recebeu alta da UTI na última sexta-feira, 29 de julho, e foi transferido para enfermaria.

Crime
A polícia prendeu até agora cinco suspeitos de terem incendiado um depósito de uma casa com seis pessoas da mesma família dentro após uma tentativa frustrada de assalto, no povoado Tiquaras, zona rural de Pirapemas. Um dos suspeitos ainda está foragido.

Os criminosos usaram combustível encontrado na própria residência para atear fogo. Como o local é de difícil acesso, Raimundo Frazão e Maria Francinete Frazão armazenavam e revendiam o combustível para vizinhos.

Os criminosos, ainda segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, trancaram as vítimas em um depósito e atearam fogo. Um dos galões de combustível chegou a explodir, atingindo um dos suspeitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *