Advogado pede que OAB-MA negue inscrição ao ex-juiz Márlon Reis

Advogado pede que OAB-MA negue inscrição ao ex-juiz Márlon Reis

aldenor_marlonreis

O advogado Aldenor Rebouças protocolou hoje (28) na Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão (OAB-MA) pedido para que a entidade negue o registro pretendido pelo ex-juiz Márlon Reis. As informações são do Blog Gilberto Leda.

Um dos autores da Lei da Ficha Limpa, ele deixou na segunda-feira (25) a magistratura, alegando que trabalhará apenas como advogado do Rede Sustentabilidade – embora nos bastidores comente-se que o objetivo é uma candidatura ao Senado em 2018.

No expediente, direcionado ao presidente Thiago Diaz, Rebouças pede que a OAB provoque o Ministério Público a mover ações por exercício ilegal da profissão e ato de improbidade administrativa – “ao menos por violação dos deveres de moralidade, legalidade e lealdade ao Poder Judiciário” – e que enquanto não haja um desfecho, o registro não seja concedido ao ex-juiz.

Alega Rebouças que Márlon Reis “aliciou e captou o Rede Solidariedade” antes mesmo do pedido de exoneração do cargo de juiz e que durante toda a sua carreira como magistrado atuou mais política que jurisdicionalmente.

“As (entre)linhas da carta mostram que: (i) o flerte com a militância política foi em 1999, quando apresentado a Francisco Whitaker; (ii) o namoro em 2002, quando fundou o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral e; (iii) o noivado com a promulgação da Lei Complementar nº 105/2010 (Ficha Limpa), regado a doutorado, palestras e cursos no exterior, além de lançamento de romance( 1 ) em nível nacional. Tudo isto sob os olhos fixos e impassíveis da Corregedoria do TJ/MA, como se cumprisse: (a) ao Erário financiar, sob a forma de vencimentos; (b) ao jurisdicionado pagar as reduções de produtividade e de foco judicante e; (c) ao fariseu receber os lucros das vendas dos conhecimentos que adquiriu a custos e sacrifícios públicos!”, escreveu.

O advogado revela, ainda, um bastidor sobre a decisão do ex-magistrado.

“Um desembargador disse, no desenrolar de uma sessão, que a exoneração [de Márlon Reis] abriria espaço para alguém mais comprometido com as metas de redução do acervo de processos pendentes de julgamento”, disse, sem citar o nome do autor da declaração.

Baixe aqui a íntegra do pedido.

One thought on “Advogado pede que OAB-MA negue inscrição ao ex-juiz Márlon Reis

  1. Dr. Samuel Araujo. Não conheço pessoalmente o Dr. Marlon Reis. Mas conheço a sua obra. Com ela prestou relevantes serviços à sociedade brasileira e ao país. O seu ingresso na OAB MA irá trazer mais brio para a entidade e eu particularmente ficarei honrado em ter um colega valoroso como ele que irá contribuir muito para a instituição. Tentar abalroar essa pretensão do Dr. Marlon com esse pífio e incompreendido argumento é uma demonstração inequívoca do incômodo que o sucesso alheio causa em algumas pessoas. Como Presidente do Sindicato dos Advogados do Maranhão, se assim for o seu desejo, teremos imensa satisfação em tê-lo em nossos quadros como filiado e colaborador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *